Canal de denúncias para empresas: como criar e implementar

05

May

Canais de denúncias em empresas estão se tornando cada vez mais comuns. No entanto, é preciso saber que existem estratégias por trás e não só uma simples coleta de denúncias.

É necessário destacar que a empresa não promove apenas resultados financeiros, mas também propósitos e valores, transmitindo essa mensagem da melhor maneira possível.

Nesse contexto, é essencial investir em uma ferramenta eficaz (como AIntegridade, por exemplo) que assegure a confidencialidade de todos. Pensando nisso, elaboramos o artigo de hoje, oferecendo algumas dicas de como criar um canal de denúncias na sua empresa.

 

1. Defina as categorias de denúncias a serem recebidas

Antes de implementar uma ferramenta de denúncias internas, você precisa determinar as categorias de denúncias que poderão ser recebidas. Por exemplo: assédio, suborno e corrupção. Essas categorias podem envolver uma variedade de assuntos.

Determinar os tipos de denúncias a serem recebidas facilita o acompanhamento e resposta de cada uma delas e, além disso, resolver problemas que “travam” toda a empresa.

 

2. Deixe o sistema disponível online

Partindo do pressuposto que as pessoas preferem fazer denúncias quando não estão no ambiente de trabalho, você precisa ter um sistema de denúncias operando constantemente, já que, boa parte das reclamações são feitas fora do horário comercial.

Desta forma, é preciso se organizar para receber denúncias 24 horas por dia. É preciso estar pronto para receber a denúncia sempre que o denunciante se sentir confortável ou achar pertinente, independentemente da hora do dia.

 

3. Garantia de anonimato

Para deixar o processo mais ágil e, principalmente, mais confortável para o usuário, é preciso garantir total anonimato. Isso eleva a confiança do denunciante.

Vale lembrar que, a garantia de anonimato começa no início da denúncia, ou seja, a não ser que o usuário queira se identificar, em hipótese alguma deve-se solicitar a identidade do mesmo. Informações pessoais não deverão ser registradas ou rastreadas.

 

4. Determine quem receberá as denúncias

Para que a denúncia seja efetuada, é preciso existir um profissional capacitado por trás para recebê-la e tratá-la com zelo e cautela. Pode ser uma pessoa da área ou um profissional qualificado.

Dessa forma, é preciso, novamente, garantir o anonimato do denunciante e, principalmente, certificar-se que todos os dados, informações e alegações estejam estritamente acessíveis apenas às pessoas autorizadas, visando assim certificar a confidencialidade e a responsabilidade na apuração do fato noticiado.

Um canal de denúncias transforma os funcionários em grandes aliados para a detecção de problemas, o que significativamente colabora para o crescimento da empresa e até mesmo em economia financeira. É, definitivamente, o primeiro passo para criar um ambiente de trabalho seguro e acolhedor.

Gostou das nossas dicas de como criar um canal de denúncias na sua empresa? Deixe seu comentário e interaja conosco. Também conheça Aintegridade, o melhor sistema de canal de denúncias para empresas que você vai conhecer!


SEM COMENTÁRIOS

Sem Comentários


Deixe um Comentário